CYGNUSS no portal das noticias

Dayhemilly Nogueira, fundadora da Cygnuss Intermediações, conta a trajetória e as principais perspectivas da empresa, que surgiu em 2019, em Campinas (SP)

A nível mundial, o mercado de lingerie deve registrar um CAGR (Taxa de Crescimento Anual Composta, em português) de 7,79% entre 2022 e 2027, conforme estimativa que integra o levantamento “Mercado de Lingerie - Crescimento, tendências, impacto da Covid-19 e previsões”, divulgado pela Mordor Intelligence.

As estimativas também são promissoras para as empresas que atuam no setor no Brasil, já que as mulheres do país aumentaram o gasto com lingeries nos últimos anos. Segundo a pesquisa sobre o “Comportamento de Compra das Consumidoras de Moda Íntima Feminina”, divulgada pelo instituto IEMI (Inteligência de Mercado), o gasto médio por compra das brasileiras aumentou 20%, passando de R$ 106 para R$ 127 por mês.

Atenta a este fator, Dayhemilly Nogueira, fundadora da Cygnuss Intermediações - empresa que atua com vendas de lingeries em e-commerces -, entrou para o mercado on-line de roupas íntimas em 2019. A empresária conta que iniciou com uma loja virtual no nicho de roupas femininas a partir de um investimento de apenas R$ 1 mil. 

“Em 2020, alcançamos a marca dos primeiros 5 mil clientes e 500 mil em valor bruto faturado em plena pandemia de Covid-19. Em 2022 fechamos o ano com R$ 5 milhões em vendas e 26 mil clientes - um crescimento de 1000% e mais 21 mil clientes, comparado com 2020”, reporta.

Nogueira conta que, em 2023, a Cygnuss iniciou com R$ 2 milhões em investimento nas importações e abriu oportunidades para novos revendedores, que podem alcançar rendas de até 300% sobre o faturamento trabalhando dentro de casa e sem precisar de estoque.

Segundo a empresária, quando comparado o desempenho da Cygnuss em 2022 desde o seu surgimento, o crescimento foi mais de 10 vezes o valor de mercado e clientes. Ela também destaca que, além de vender para todo o Brasil a partir da sede em Campinas (SP), a Cygnuss iniciou 2023 com a abertura para o franchising e espera manter o ritmo de crescimento com uma rede de franquias.

"Em 2023, pretendemos investir mais 6,5 milhões nesse mercado, com a ideia de trazer o que já está em alta em outros países mais desenvolvidos. O negócio tem uma alta taxa de aprovação no mercado, um LTV (Lifetime Value, na sigla em inglês - estimativa da receita média do cliente) de 50% e baixo CAC (Custo de Aquisição de Clientes“, relata.

Para mais informações, basta acessar: https://cygnuss.com.br/

Veja os outros posts

Custom HTML